Ostentando a tentação que é a SUA mulher. (Antigo PÉS E CORNOS)

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Contribuição: Corno da Ninfeta

Pezinho macio e bonito devidamente ornamentado pelo famoso Slut Wife Charm. Esse casal tá começando, mas já deu partida na quinta marcha. Ela é novinha e extremamente safada, já o marido é corno manso macho beta, do jeito que deve ser. 


Sexlog: corno_da_ninfeta

Isso pisa no saco, maltrata o corno kk



Ele me disse que tem dia que ela nem deixa ele gozar, que maravilha!


terça-feira, 29 de novembro de 2016

Indo provocar os meninos

Você com os seus amigos na varanda é surpreendido pela puta vestida assim. Ela tá em casa, se veste como quiser, quem vai reclamar?


segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Vídeo: Casada grávida trepando com o negão

Depois que ela ficou grávida virou de porcelana. Você trata ela com todo cuidado. Leva lanche na cama, não deixa ela pegar peso e o sexo, quando acontece, é com muito cuidado.
Ela cansou dessa porra, tá cheia de tesão e você não passa de um frouxo. Para matar o tesão ela resolveu marcar com o negão favorito e o macho não decepcionou. Ele socou fundo na puta, meteu com gosto. Você todo preocupado vendo ela de 4 deitada em cima da barriga com o negão montado atrás, mas ela não para de gemer com tesão.






sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Contribuição VERIFICADA: Esse corno é muito otário!

Contribuição verificada é assim, o nome do blog ou o meu nome aparece escrito nas fotos.

Corno não se cansa de fazer papel de otário, esse amigo é mais um exemplo. Casou com uma puta e gostosa, só pode tá querendo né? A mulher dele é muito vadia, do tipo trepadeira, daquelas chupadoras de rola. Mete chifre nele sem pena e o babaca ainda fica todo apaixonado. Se isso não bastasse quase vira pai do filho dos outros, isso mesmo, o cara é tão zé mané que nem filho na mulher consegue fazer. Olha só o que ele me mandou.

Sexlog: kkasalccurioso


Merece ou não merece assumir filho dos outros?




Olha o rabão da vagabunda, parabéns corno manso!




Além de tudo ainda é oferecida, só coração de corno para aguentar uma desfeita dessas





E ainda teve vídeo, que beleza. Espero receber mais material no futuro, e isso não é um pedido corno, é uma ordem!


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Vídeo: Chifre não tem hora nem lugar

Para a sua esposa não tem tempo ruim. Ela já te chifrou em tudo quanto foi lugar, basta a oportunidade aparecer. Um negão roludo em um metro vazio é o suficiente para ela. Para você resta a punheta e a gravação com o celular.





quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Sua mulher mostrando o rabo e você tirando foto

Toda vez que vai na praia é a mesma coisa. Ela se junta com as amigas piranhas e com o rabo todo de fora fica desfilando. Não sossega o faixo. Vai até o quiosque assim, seminua. E o corno o tempo todo faz o que? Tira foto! kkkk



Esse bikine é tão enfiado que da até pra ver a marquinha do fio dental anterior. Parabéns pro corno, é assim que se faz, cada vez menor!

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Slut Wife Charm: Mulher de corno não envelhece

Enquanto as esposas dos seus amigos estão parecendo umas senhorinhas, com a vida limitada a novela, ponto de cruz e cuidar dos netos a sua continua gostosa. A idade chegou, não é mais uma garotinha, mas continua um tesão. Nunca faltou dinheiro para cuidar dela: academia, tratamentos de beleza, salão e plásticas, é assim que um corno manso de verdade trata a esposa.

A vida sexual dinâmica, intensa e sempre desafiadora fez com que ela continuasse vaidosa e fogosa, é quase uma fonte da juventude dividir ela com os machos. Os amigos dos seus filhos queriam comer ela, agora são os amigos dos netinhos que fantasiam com a safada.



segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Vídeo Nacional "Atola ela vai, isso"

Casada maravilhosa, corpo de modelo, marquinha de puta, esse corno está de parabéns! E ainda abre a bunda dela para o macho meter, tem coisa melhor nessa vida?





domingo, 20 de novembro de 2016

Microconto: O Chupão



Tudo começou com mais um daqueles dias ruins no trabalho. Minha mulher não entende, ela acha que a minha vida é fácil só porque virei chefe, mas não é bem assim. Primeiro que todo chefe tem um chefe, e eu tenho vários! Segundo que todo chefe tem ao menos um funcionário rebelde, e o meu é especialmente chato.

Paulo tem a minha idade, mas chegou na empresa a pouco tempo. O filho da puta não faz nada o dia todo e ainda atrapalha os outros funcionários.Vive dando em cima das meninas, fazendo brincadeiras brutas com os rapazes e me desafiando, ele adora me desafiar.

Nesse dia não foi diferente. Eu já evito a mesa dele para não ter que dar esporro. Acho que ele faz de propósito. Quando me vê passando bota o pé em cima da mesa, abre um joguinho no computador, começa a falar alto, qualquer coisa para chamar a minha atenção, e quando eu olho ele diz sempre a mesma coisa "Que foi? Tem alguma coisa para dizer? Tá me olhando porquê?". Fala isso alto na frente de todos os outros subordinados. Eu poderia demití-lo, eu deveria ter demitido ele, mas confesso que não tenho coragem e ele já percebeu isso. Odeio ser desafiado, confrontado, nem sei como virei chefe. Só aceitei por causa do salário, sustentar a Bia não é barato, acreditem!

Mas dessa vez o Paulo se superou. Se tem uma coisa boa em ser chefe é a paquera, claro que de leve, não to afim de responder por assédio. Estou falando daquela paquera gostosa com a estagiária que você nunca vai pegar, só brinca com ela para se sentir maduro, experiente e galante. Ninguém mexe com a paquera do chefe, isso é suicídio profissional, ninguém menos o Paulo.

Não é que eu flagrei o desgraçado metendo a rola na Thais dentro da sala de reunião. A menina estava em pé, com a saia levantada enquanto ele metia por trás e puxava, com brutalidade, o cabelo da garota. Ele me viu e riu, ela não. Não sei explicar o que senti no momento, parecia até que o valentão da escola tinha mordido metade do meu picolé. Thais é novinha, está começando a faculdade, tem o cabelo castanho claro queimado de sol, pele bronzeada, bem tipo patricinha. Nunca imaginei que ela fosse capaz de fazer algo baixo desse jeito. Uma vez ela me contou que nunca transou no carro porque não era mulher desse nível. Vai entender!

O que me deixou ainda mais puto foi ter feito nada, absolutamente nada. Eu podia ter demitido os dois no ato. Poderia ter chamado outros funcionários para flagrar a cena e envergonhar o casal. Eu poderia ter tirado uma foto no celular para chantagear os dois no futuro, sei-lá, mas a verdade é que eu fiquei parado do lado de fora da porta ouvindo ela gemer.

Minha mulher sente no ar quanto estou contrariado. Primeiro ela me agrada fazendo o meu prato favorito, depois, quando estou com sorte, ela me faz esquecer essas chateações trepando gostoso. Parece que hoje é o meu dia de sorte. Já é quarta feira e até agora nada. Mas quando ela me serve usando o baby doll de seda é porque está com maldade.

Bia estava lisinha, foi dia de depilação, me custa uma fortuna, mas vale a pena cada centavo, ô se vale! Queimadinha de sol, me lembrou a Thais, com a vantagem da marquinha, adoro marquinha fio dental. Os poucos pelinhos que ela tem na coxa e nos braços são loiros e delicados. As mãos e os pés 
estavam pintados em francesinha. Já falei o quanto ela é cheirosa? Nossa cara a Bia é muito cheirosa.

Fiquei na cama esperando ela terminar de passar creme nas pernas, que cena, melhor que filme pornô. Ela faz tudo com calma, sabe que eu gosto de olhar. Quando ela terminou avançou na minha direção. Eu costumo ficar parado, já tomo muita decisão na empresa, na nossa cama quem manda é ela. Bia sentou na minha cara com a buceta rosinha, lisa e emoldurada em uma marquinha feita por um biquine cortininha, tão pequena que mal cobre o necessário.

Ela gosta de esfregar a buceta na minha cara, deixando tudo melado. Enquanto ela besunta o meu rosto pincelando com seus lábios macios, usando uma das mãos ela aperta o meu saco. Eu já perdi a conta de quantas vezes gozei desse jeito, mas hoje em dia ela proíbe. No começo fica apenas manuseando, sentido as bolas entre os dedos, conforme o tesão vai subindo a razão vai sumindo e os apertões começam. Eu aguento calado, lambendo ela "do Leme ao Pontal". Quando sinto a buceta apertando forte contra a minha cara e o meu saco sufocado parecendo que vai explodir eu já sei, ela vai gozar, não tem erro. Os meus bagos já estavam ficando roxo, uma lágrima chegou a correr pelos meus olhos, mas é uma delícia sentir o orgasmo dela na minha cara.

Depois que ela goza é hora de montar no meu pau. Normalmente eu gozo em menos de um minuto. Os peitões siliconados ficam balançando na minha cara. Nunca sei se chupo ou se admiro. O bico rosa dela, desses pontudos, no estilo fura-blusa são lindos e perfeitos, na verdade eram perfeitos. Tem algo diferente dessa vez, algo que eu nunca havia reparado, uma mancha vermelho sangue perto do mamilo. Fiquei intrigado. Na hora falei nada.

A semana foi passando e fui reparando na mancha que de vermelho foi escurecendo até ficar roxo. Na verdade a mancha demorou uma eternidade para sair totalmente. Não parecia uma pancada, peito é muito macio para ficar assim com choque. Perto do bico só pode ser beliscão ou chupão. Será que essa puta tá me corneando de novo?

Bia costumava a frequentar boite swing com o ex namorado e não parou de curtir as festinhas mesmo depois que começou a me namorar. Para a minha sorte um casal amigo meu reconheceu ela e veio me perguntar a quanto tempo eu sou liberal. Foi constrangedor descobrir que era corno e que tenho amigo swingueiro na mesma conversa.

Será que ela voltou para o swing? Na época me prometeu que pararia, disse que seria só minha e que nunca mais faria isso. Eu devo ser um idiota para acreditar. Fala sério uma menina novinha como a Bia, cheia de fogo, se contentando com um "borracha fraca" como eu.  Ela vivia se gabando que o ex trepava com ela por horas e eu não passo de dois minutos. Ela gosta de garanhão, macho viril, coisa que nunca fui.

Faz tempo que eu não falo com esse casal, aliais a última vez foi justamente nessa conversa. Falar com o ex está fora de cogitação. Liguei para o casal. Foi estranho e não me ajudou muito. Eles ficavam o tempo todo na defensiva, dizendo que não faziam mais isso e que não frequentavam mais esse ambiente. Pelos menos me deram uma dica. Me passaram o endereço de uma rede social dedicada a putaria swing. Será que a Bia tem perfil nesse lugar?

Criei uma conta usando fotos amadoras que achei na internet e iniciei as investigações. Comecei procurando por solteiras no RJ e nada dela. Busquei por casais, vai que ela aparece numa foto de suruba, mas nada. Cheguei a procurar até em perfil de solteiro, até que algo começou a chamar a minha atenção. Procurando pela Bia eu focava em certos sinais, como o povo normalmente esconde o rosto minha chance era reconhecer através dos detalhes. Toda loira com chupão no peito eu parava, gelava achando que era ela, mas não era. Foi ai que eu me liguei. De onde vem tanto chupão? E sempre no peito direito!

Passei a virar perfil em cima de perfil e de tempos em tempos aparecia o sinal. Nem todas tinham, mas depois comecei a reparar e vi que era algo até comum. Muitas casadas exibiam o roxo característico. As vezes até casadas que diziam no perfil "favor não add solteiro".

Cruzar informações, analisar dados e formular planilhas é a minha vida, isso vai ser moleza! Reuni todas as casadas marcadas que achei e busquei um denominador comum, e o denominador existia, tinha até nome, era um rapaz chamado "Congro Negro".

Elas curtiam as fotos dele, comentavam ou simplesmente o seguiam, não importa, todas elas tinham alguma conexão com o rapaz. Vendo o perfil dele não tive mais dúvidas, era um festival de mulheres marcadas. Engraçado que é apenas um detalhe, tipo de coisa que só repara quem sabe, mas para mim aquilo estava gritando, eu não via mais os peitos, os rabos e as marquinhas, eu só conseguia enxergar os chupões.

Resolvi entrar em contato, mas para minha surpresa ele me ignorou. A mulher que usei nas fotos era linda, eu jurava que o cara ia cair igual patinho. Resolvi insistir, talvez a minha mensagem tenha ficado perdida no meio de tantas. Ele enfim respondeu, foi um simples "Tu é fake".

O cara é bom, sacou de cara que as fotos não eram minhas e agora fodeo. Foto da minha mulher não posso usar porque ele pode reconhecer, vou arrumar nude com quem?

Domingo foi aniversário da minha sobrinha, minha irmã resolveu fazer uma festa no play. Aproveitei que tenho fama de fresco e pedi para usar o banheiro da casa dela. Subi, entrei no computador dela e abri a pasta "Contas a pagar". Bingo! Faz menos de um ano que a minha irmã me pediu ajuda com o computador, o marido dela é músico e entende nada dessas coisas. Eu ajudei e ainda descobri, sem querer, onde ela escondia as fotos pelada.

Fiz um novo perfil e adicionei o Congro Negro. Ele aceitou no mesmo dia e me respondeu no chat "Com saudades?". Nossa, para tudo, como assim saudades? O que eu falo agora? Se eu queimar essas fotos vou perder a minha última chance! A tela ascende novamente "No peito esquerdo é o coração e no direito a putaria". Putz... como eu não havia reparado? Fui remexer as fotos dela e vi claro como se chamasse o meu nome, estava lá, assim como estava em todas as outras, a marca do Congro no peito da minha irmã. Será? Não é possível!

"Resolvemos voltar" respondi, tentando não dar muita informação. Conversamos um pouco e ele me convidou para ir na casa dele na quinta feira, véspera do feriado. Aceitei sem pensar, a curiosidade era maior do que tudo. Eu passei um dia de merda no trabalho por causa da expectativa, felizmente o Paulo faltou me dando uma trégua, ele sempre emendava nos feriados. Marquei de aparecer lá depois das oito da noite. A Bia estaria num spa até as 10, e quando ela vai para esses lugares chega até a desligar o celular, dificilmente me procuraria.

Não consegui esperar e as sete e meia eu já estava saindo. Cheguei por volta das sete e cinquenta. O porteiro me deixou entrar direto, bastou falar o número do apartamento. No elevador eu suava, as pernas tremiam. Pra falar a verdade eu nem sei dizer de onde vinha tanto nervosismo. 

No corredor já dava para ouvir o burburinho da festa, foi fácil achar a porta. Toquei a campainha e, para a minha surpresa, alguém foi logo abrindo a porta. Era uma mulher madura e bem gostosa. Um rapaz no sofá puxou ela pelo braço. Sorrindo a coroa despencou nos braços do garotão liberando a visão da sala de estar. Era gente demais e roupa de menos. Só no sofá tinha cinco pessoas, duas mulheres e três homens. Era gente trepando no chão, em cima da mesa de centro, contra a parede no canto da sala. Com a exceção de um coroa barrigudo na poltrona, o resto era tudo rapaz novo.

Mas o barrigudo não estava fazendo feio, o cacete dele era enorme e uma mulata, dessas com corpo mignon, estava ajoelhada na frente dele mamando com muita vontade. A marquinha de biquine dela conseguia ser menor que a da minha mulher e olha que o biquine da minha é quase um fio! Sentado, todo espalhado, sorrindo com o seu queixo duplo o gordão esfregava o peito do pé no meio das pernas da mulata.

Eu fechei a porta atrás de mim e continuei a minha procura. Cheguei a confundir uma loira que trepava em pé contra a parede, mas só parecia a Bia de costas. O rapaz me olhou feio e mandou eu entrar na fila. O apartamento não era grande. Na cozinha eu vi dois homens ainda vestidos bebendo cerveja e batendo papo. Eles tinham um estilo mais parecido com o meu, não eram como os rapazes da sala. Fui na dependência de empregada, no banheiro e depois nos quartos e nada. Ficou faltando apenas a suite. A porta estava fechada resolvi deixar por último.

Quando não teve mais jeito tomei coragem e resolvi entrar. Tive dificuldade para abrir a porta, um rapaz bloqueava o caminho. Era um preto enorme, achei até que fosse o Congro Negro. Ele sentiu a porta batendo nas costas, tomou um susto, mas depois me deixou entrar.

O cheiro de sexo tomava conta do ar, era preto para todo lado, contei uns cinco envolta da cama. Uma loira levava pirocada de quatro. Eu perguntei para o garoto da porta se era o Congro Negro e ele confirmou. Já a mulher era "a biscate deles", ele falou sorrindo, se gabando. Disse que não tinha preto no meio liberal que ainda não tinha comido. Botou a mão no meu ombro me consolando, a mesma mão que ele usava para se masturbar "Você pode até olhar, mas nem perde seu tempo entrando na fila, essa puta só mete com preto dotado".

Sim, a puta era a Bia. Demorei um pouco para reconhecer com aquela montanha negra trepada nas costas. Ela gemia de um jeito que eu nunca tinha escutado antes. Gemia não, uivava! Era fascinante ver ela aguentando tudo aquilo no rabo. Congro metia até as bolas no cuzinho rosa da minha mulher. A mão dela apertava o lençol da cama. Quantas vezes ela se esfregou na minha cara depois de trepar com esse negão? Quantas vezes ela deixou de meter comigo se preservando para as festinhas? Minha cabeça girava.

O pior é que, no fundo, eu sabia que não poderia oferecer isso para ela. Com esses pretos eu não tenho condição de competir. Minha única chance é sair do quarto sem ela perceber. A gente vivia bem antes de eu saber, porque não podemos continuar vivendo assim?

"Boludo? É você? Ha ha ha O que que tu tá fazendo aqui?" A voz do Congro Negro me despertou dos pensamentos. Boludo era o jeito como o Paulo me chamava. Eu achava que era por causa da minha barriga, mas não, fui descobrir depois que na Argentina é assim que eles chamam as pessoas de otário. Quando ele me chamava assim eu me fazia de desentendido. Paulo sorria socando a rola no cu da minha mulher. Dava para ver a marca corada da mão dele no rabo dela.

"Paulo?" Não consegui falar mais nada. A Bia olhou para trás e me reconheceu. Ela viu o meu desespero e se limitou a piscar o olho para mim com aquele sorriso de garota safada que só ela sabe fazer. Pegando na coxa do Paulo ela dizia "vem, me fode, fode o meu cu". Ele virou para frente, agarrou as ancas da minha mulher e socou o cacete cavalar com força.

Aproveitei a deixa e disparei para fora do quarto. Cruzei a sala como uma flecha, nem esperei o elevador e desci os doze andares a pé. Na verdade só recobrei a minha consciência quando cheguei em casa. Naquele dia a Bia chegou quase meia noite. Eu estava na cama, mas é óbvio que eu não conseguia dormir. Sem tomar banho ela se despiu no escuro ao lado da cama, passou uma perna por cima de mim. Delicadamente foi se inclinando para o meu rosto. A buceta dela estava vermelha, o cuzinho larguinho. O cheiro de rola era enebriante. Lambi tudo com o saco apertado. Essa noite ela não me deixou gozar.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

De férias no RJ

Você já levou ela na Bahia, agora no Rio de Janeiro. Sua esposa tá gostando tanto que ano que vem já está planejando visitar a Jamaica.




quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Noite de UFC na sua casa, a garçonete já está pronta.

Cerveja gelando, petiscos na mesa e a sua mulher empolgadíssima com a nova roupa. Tudo pronto para ser USADA pelos seus amigos. Só de ficar pensando ela já fica toda molhada, desfilando no meio deles, servindo os machos, recebendo na porta...


Olha a cara de piranha, essa ai vai mamar muito no show do intervalo!


terça-feira, 15 de novembro de 2016

Descobrindo que é manso na base do trauma

Você sempre teve uma quedinha pelas assanhadas, mas normalmente elas são bonitinhas, mesmo todo mundo comendo a sua chance nunca chegava. A mais gostosinha da turma é uma piranha, se esfrega em todo mundo e você está apaixonado. Cerca ela igual arame liso, vira o famoso "arroz de festa", só acompanha. A puta te dá esperança, tira umas casquinhas e foge na hora H, mas um dia o jogo virou, você arrumou um carro.

Sendo você o único da galera com um possante o interesse dela mudou. Ela adora andar no banco da frente e ter carona 0800. Finalmente ela é a sua namorada. Feliz da vida você convidou a menina para um festival. A sua cara vendo a garota de shortinho e top foi impagável, o orgulho de estar saindo com a mais gostosa da turma era evidente.

Na festinha a turma se espalhou, sempre acontece, vira e mexe um se perde o outro some, mas tudo bem, até o final todos estarão no ponto de encontro, todos menos ela. Onde diabos se meteu a sua gatinha? Você procurava por todos os lados, perguntava daqui, olhava dali, até finalmente encontrar a sua musa.

A cena foi forte e o seu coração quase saiu pela boca. Foi como se o mundo tivesse parado. Ela agarrada com um zé mané fazendo com ele tudo que você queria que ela estivesse fazendo contigo. Um cara que ela nunca tinha visto na vida, que não lutou nem metade do que você lutou para estar com ela. Na frente de tudo e de todos, sem se importar e imersa em tesão, sua namorada estava sendo dedada. O rapaz sem respeito nenhum botava a buceta dela quase toda pra fora, buceta essa que você ainda não tinha visto.

A buceta dela parecia estar raspadinha, será que é bonita? Você encarava a cena torcendo para o rapaz abrir mais o short ou abaixar só mais um pouquinho, faltava um detalhe para ficar totalmente exposta. Sem perceber, o seu nervosismo, a sua raiva e, acima de tudo, a sua frustração se tornava tesão.

Ela segurava o braço do rapaz, não deixava ele parar. Devia estar gostoso, os olhos dela permaneciam fechados como se tivesse saboreando. Você olhava a cena a meia distância com medo de atrapalhar. De repente ela começou a tremer um pouco e se agarrou no rapaz quando as pernas ameaçaram fraquejar. Ela devia estar gozando. Nossa, que macho! Será que um dia eu vou ser capaz de fazer ela gozar assim?

Sua menina se virou para ele e beijou o amante com o short ainda aberto. Mal virou de costas o rapaz já havia se juntado aos amigos. Ela ajeitou o short e varreu com os olhos parecendo te procurar. Você disfarçou, fez parecer que estava chegando na hora. Ela abriu um sorriso sincero (ela é linda!) vocês se abraçaram e se beijaram enquanto o rapaz, no fundo, esfregava o dedo no nariz dos amigos.



sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Vídeo Nacional: Estão servidos?

Pelo jeito os amigos vão ter uma recepção e tanto quando chegarem, só errou foi no pé da tornozeleira.



Sexlog: kasal_inovando



quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Contribuição: Casada Putona quer dividir rola com o corno

Essa casada não quer só meter na frente do corno, quer ver o chifrudo tomando no cu. Acho que é pouco viu! Corno merece! Para se candidatar basta enviar um email para o casal.

"Somos casados ela 34 anos loira 1,70 78 kilos eu corno 41 anos.
Somos de Osasco zona oeste de São Paulo.

Temos a fantasia de conhecer um macho roludo, muito bem dotado , sarado , safadão e cafajeste na cama não deixando de ser educado.

Ela vem alimentando uma vontade louca de me ver dando junto com ela, ela imagina eu chupando a buceta dela e ela pedindo para o macho me pegando de quatro e comendo meu cusinho e depois que arrombar o corninho dela o macho parte para cima dela e eles metem muito.

Ela faz um boquete fantastico e é bem fogosa, gulosa e safada na cama.
Os interessados mandem um email com fotos e falando de vc, idade, perfil fisico, dote, de onde é e se tem experiencias em comer o corno e a esposa.

Ficamos no aguardo do seu retorno.

Abraços
Corno e Esposa Putona"

Contato: casadaputona@yahoo.com.br


Gostei da marquinha, e o pezinho parece macio



Rabuda e oferecida, do jeito que a gente gosta!



Tem que ter disposição, é para dar conta desse mulherão e do chifrudo!





Você escolhe onde botar...


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Sua mulher fica mais desinibida nas viagens?

Longe da família, sem chances de esbarrar com conhecidos, nas viagens ela se solta, vira a PUTA que você sempre sonhou.


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Vídeo Nacional: Chifrando na cama do corno

Tem lugar mais gostoso de botar chifre do que na cama do manso? E ela ainda faz questão de trepar no lado que ele dorme. Reparem que o comedor pisa na cama, bate nela, e ainda soca a rola sem pena. Você imagina o cara casado com uma loira dessas, de cintura fina, rabão e marquinha socada vendo ela sendo tratada igual biscate na cama em que eles dormem, e pior, ela gostando!!





sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Slutwifecharm: O visual completo

O visual da corneadora pode até começar pelo pé, mas termina com essa cara de safada. Saltão e tornozeleira no pé direito é importante, entretanto, a ausência de calcinha, o decote pronunciado, a aliança do chifrudo e a cara de safada são essenciais.



quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Vídeo Nacional: Negão enrabando a Gisellelamant

O casal é conhecido, mas infelizmente não achei o sexlog deles. O vídeo é maravilhoso, imagina a sua esposa branquinha empinando o rabo desse jeito pro negão enrabar? E ela aguenta tudo! O negão vai até o pré-sal com uma rola que parece um antebraço. Depois disso o pau do corno fica parecendo um pintinho de bebê,





"Mete no meu rabo"

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Amor, tá certinho o meu biquine?

Não tem como ficar melhor! Bordinha do cu e buceta aparecendo sem fazer esforço. A turminha do futevôlei já esqueceu do jogo e fica toda hora acertando a bola perto da sua mulher, tem até briga para saber quem vai buscar.



"Amor, tá certinho o meu biquine?"


terça-feira, 1 de novembro de 2016

Ela cansou das suas frescuras

Você cheio de regras querendo regular com quem ela trepa ou deixa de trepar. Por isso que corneadora não pode ser boazinha, tem que colocar o chifrudo no seu devido lugar. Não importa que o vizinho é um escroto, ela quer dar para ele e pronto. Todas as gatinhas do prédio já deram para ele, todo mundo sabe que ele é um canalha, mas mesmo assim ele come mais mulher do que você.